Retrospectiva: confira os assuntos relativos a prevenção a perdas que mais chamaram a atenção em nosso blog em 2017

Durante o ano de 2017, publicamos uma série de posts em nosso blog sobre o tema Prevenção a perdas. Nossa ideia é fomentar a discussão deste assunto tão importante, trazer novas perspectivas, novas soluções e tornar esta área um espaço vivo, repleto de informações relevantes.

Neste inicio de 2018, fizemos um balanço de tudo que abordamos e selecionamos os posts que mais tiveram repercussão no ano passado. Confira nosso top five:

1. Prevenindo perdas em supermercados
O setor de supermercados é um dos que mais sofrem com perdas. Neste post, reunimos alguns números, traçamos um panorama geral e indicamos alguns passos simples para prevenir perdas e aumentar a lucratividade de um supermercado – seja uma loja menor ou uma rede mais robusta.

2. Furtos em farmácias
O segmento de farmácias e drogarias também é fortemente impactado por perdas. Furtos e quebras são recorrentes e, por isso, o tema foi um dos que gerou mais interesse em nosso blog. No post, trazemos dicas e soluções para começar a perder menos e lucrar mais.

3. Perdas no setor de materiais de construção
O varejo de construção civil sofreu com a crise e com as perdas. Organizamos algumas informações sobre este cenário e indicamos algumas medidas eficazes para diminuir perdas.

4. Saiba como proteger vitrines
As vitrines são o ponto alto de uma loja e um dos principais atrativos para os clientes. Mas protegê-las nem sempre é uma tarefa fácil. A Mauser apresentou um passo a passo para proteção eficaz de vitrines e o assunto foi um dos mais repercutidos no blog.

5. Furtos em livrarias e bibliotecas
O patrimônio de livrarias e bibliotecas pode ser impactado de forma muito negativa com perdas. Para proteger livros e itens similares, é necessário investir num sistema de segurança eficaz e apropriado. A Mauser levantou esta questão num dos textos mais lidos do ano de 2017.

E para 2018? Qual assunto você quer ver em nosso blog? Não deixe de dar sua sugestão em nossos comentários!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *