Crise impacta varejo e prevenir perdas pode garantir menos demissões no setor

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) estima um corte de 253,4 mil empregos formais em 2016 contra as 179,9 mil vagas fechadas no comércio varejista em 2015. A crise, sem dúvida, tem um papel importante nesses números e impacta também diretamente o segmento de perdas: menos empregos, menos renda, mais situações que podem levar ao furto.

 

Em contrapartida, varejistas que conseguirem conter suas perdas, podem optar por menos cortes em seu quadro de funcionários, contribuindo para uma menor taxa de desemprego.

 

Evitar perdas, num cenário de crise como o que estamos enfrentando em 2016, é mais do que necessário: é urgente. Por isso, atente-se para os principais pontos dentro do seu negócio que permeiam a prevenção de perdas.

 

  1. Mapeie toda a sua cadeia de abastecimento e encontre suas vulnerabilidades;
  2. Invista no treinamento e aperfeiçoamento de sua equipe;
  3. Use a tecnologia a seu favor;
  4. Conte com líderes capacitados;
  5. Recorra às punições necessárias.
1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] ainda crescem e impactam diretamente o lucro de pequenos, médios e grandes varejistas. Agora, em tempos de crise e desaceleração da economia, prevenir estes desperdícios pode ser […]

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *